Novo pico, super tubular e sempre clássico, na Ericeira


Quem surfa na Ericeira, há pelo menos 10 ou 15 anos, sabe bem qual era o estereótipo associado a quem andava nas ondas em qualquer altura do ano.
É com algum agrado que o fenómeno surfistico goza agora de melhores graças (quiçá mercê do grande interesse mediático que é intensamente alvo, com sabor a morango com adoçante), com direito a estátua e respectiva rotunda.
Não querendo passar por mal agradecido, espero que, rapidamente, venha a gozar de melhor gosto nos critérios de selecção artística destes projectos (claro que isto é uma opinião meramente subjectiva).

3 comments:

HR said...

Hei-de levar por diante um projecto eventualmente megalómano: fazer um levantamento fotográfico (que inclua fotos aéreas e tudo) das mais relevantes rotundas do nosso Portugal - esta candidata-se, desde já, à capa!

Nani said...

Monumento dedicado ao surfista que de drogado (anos 80/90) passou a ser jovem desportista, amante da natureza, e muito bom consumidor.
Espera... é isso!!!
Eureka!!!
Descobri, afinal os surfistas, skaters bodyboarders e outros, não são drogados (a geração rasca, como alguém lhes chamou)... são consumidores!!!
E como tal são benvindos á nossa ética sociedade.
E além do mais há muito surfista de roupa no nosso mundo.
Este surfista representa também a luta de "todos" nós para o bem estar do nosso planeta, pois está a surfar um tubo de água contaminada com ácido, pois são notórios alguns ferimentos (buracos) no seu corpo, apenas justificados pela corrosiva acidez do nosso poluido oceano atlantico.
Um bem haja ao criador desta maravilhosa obra de arte, que ou foi surfista nos anos de ouro, ou passou muito tempo dentro de agua, observando o gracioso movimento das ondas tubulares bem como a posição harmoniosa dos surfistas.
Fenomenal!!!

Homem do Mar said...

Esta suposta "obra de arte" é das coisas mais feias que já vi numa rotunda. Por outro lado revela o lado massificado do mundo surf em que apenas o consumo interessa.

Claro que para a Câmara de Mafra o surf é apenas uma forma de atrair turismo aqui para a zona, sem qualquer outro tipo de preocupação.

Sinceramente gostava mais do tempo em que surfar não era uma morangada com açucar. Como li algures sobre a evolução do surf "once we were coyotes now we are watch dogs". É isso mesmo, querem que sejamos cães de guarda do consumismo...