FDS estranho

Fim de semana verdadeiramente estranho.


Tudo começou com um SMS do Rui: “Avisam-se os suspeitos dos costume que estão previstas para amanhã boas condições para o deslizamento nas ondas. Vou estar às 8 em ponto em ss e espero companhia” (04-X-2007).
No dia seguinte lá estávamos nós para comparecer à chamada.

Começou com o mar maiorzito, mas a cair rapidamente. A água estava muito quente e tivemos companhia de muita passarada e alforrecas.
O Rui cavalgou as ondas com grande mestria.


O Nani também as domou com grande zelo e categoria.

Nesse dia ainda fiz surf em ss muito pequeno.

No dia seguinte esteve bastante pequeno e apenas fizemos surf.

Também ficamos a saber que houve cena de
facada com um morto e feridos graves na nossa terrinha (muito mau, mas as coisas não iam ficar por aí).

No dia seguinte, fui ver o mar no sítio e hora do costume; notei que haviam umas movimentações fora do normal e perguntei a uma senhora o que se passava, ao que me disse que estava um homem morto na praia.
Fui à varandinha de ss ver o que se passava à espera de ver o dito, eventualmente, vítima de queda ou de afogamento. O que nunca esperava ver é que o
cadáver estava dentro de uma mala, num cenário digno de um filme do “Padrinho”.

Nunca pensei presenciar uma cena destas e, ainda por cima, na nossa prainha.
Estranhos estes novos tempos na Eri.

Por fim, eu e o Gromet fomos surfar altas ondas (cavernosas e grandes), no Sonasol. Foram as melhores e maiores ondas que eu tenho memória dos últimos tempos.

3 comments:

HR said...

Verdadeiramente estranho este fim-de-semana prolongado na vila. Oscilei entre a pica (e o posterior cansaço) das ondas de qualidade que apanhei e uma incómoda friagem provocada por esta brisa (?) de insegurança e criminalidade violenta. «De vila pacata a local de crime», sintetizou o Correio da Manhã - espero bem que seja evitado que a transição se concretize...

Nani said...

Na arte de cavalgar as ondas... o Rui esteve muito bem.
Na arte de surfar o cavalo, o João Salgueiro não este tão bem, tendo optado por enfrentar o set-vassoura (toiro) de frente, como um homem.
Os filmes Cidade de Deus e BOPE - Tropa de Elite, rodam ao vivo na Ericeira.
Qualquer dia temos a Favela da Franca, a Favela Azul, Favela dos Pescadores, entre outras.

PixaComXis Produxões said...

Vou montar uma "boca" na favela da Franca! :-P

Isto assim não sei onde vai parar, invistam no SEF e deixem a ASAE descansar...